depressao_atipicaÉ um subtipo de depressão que pode ocorrer em episódios depressivos de intensidade leve a grave, em transtorno uni ou bipolar. Além dos sintomas depressivos gerais, ocorrem os seguintes sintomas:

  • Aumento do apetite
  • Ganho de peso
  • Hipersonia
  • Sensação do corpo muito pesado
  • Sensibilidade exacerbada
  • Reatividade do humor aumentada
  • Fobias associadas
  • Dificuldade de concentração

Pode estar relacionada a:

  • Certos medicamentos
  • História familiar de depressão
  • História de abuso (como mental, físico ou sexual)
  • Estresse crônico
  • Hereditariedade

As formas mais conhecidas desta perturbação são a depressão reativa e a depressão pós-parto. Quase todas as pessoas estão familiarizadas com estes conceitos – é relativamente fácil perceber que uma percentagem considerável da população possa desenvolver uma depressão em resposta a um acontecimento emocionalmente intenso; além disso, são cada vez mais revelados casos de depressão em mulheres que acabaram de ser mães.

Quando a depressão surge aparentemente sem motivo, a própria pessoa pode desvalorizar os sintomas. Na tentativa de manterem o auto-controle e evitarem parecer “frágeis” ou “fracas”, algumas pessoas acabam por desenvolver uma depressão atípica. A pessoa não percebe que está deprimida e acreditam ser obrigatório um motivo de vida para aparecer a depressão. Quando não detectam um motivo justo para sua depressão, acabam achando impossível manifestar um sentimento depressivo. Pensam que se estivessem deprimidos sem motivos e apesar das coisas estarem bem, seriam consideradas emocionalmente descontroladas.

Podemos dividir a Depressão Atípica em dois grupos:

  1. com sintomas predominantemente físicos
  2. com sintomas predominantemente psíquicos
Related Posts with Thumbnails